Madeira: tudo o que você precisa saber antes de viajar

Madeira: tudo o que você precisa saber antes de viajar

Madeira: tudo o que você precisa saber antes de viajar para o charmoso destino português.

Conheça as principais dicas antes de embarcar em uma viagem pelo arquipélago.

A Madeira, em Portugal, é um lugar surpreendente. De origem vulcânica, o arquipélago está localizado a cerca de mil quilômetros da costa africana, característica que lhe confere cenários impressionantes, com falésias, montanhas, balneários e florestas de árvores centenárias, tudo isso rodeado pela imensidão do Oceano Atlântico e com um clima ameno o ano todo.

Veja Middas: Única cachaça com flocos de ouro ganha prêmio de melhor cachaça

Madeira: tudo o que você precisa saber antes de viajar

Formado por um conjunto de ilhas, sendo as principais e únicas povoadas a Ilha da Madeira e Porto Santo, o arquipélago se destaca como um destino seguro, pois mantém baixos números de casos de Covid-19 e boa taxa de vacinação da população, tornando-se um excelente lugar para as próximas férias. Então, confira as principais dicas para não perder nenhuma experiência que o destino pode proporcionar!

Como chegar
A principal porta de entrada é o Aeroporto Internacional Cristiano Ronaldo, localizado a 20 minutos do centro de Funchal, a capital da Madeira. A pista está suspensa por pilares sobre o mar e há até uma estrada que passa por baixo dela. O voo direto a partir de Lisboa tem duração de 1h30, mas é possível chegar via outras capitais europeias.

Quando ir
O clima ameno é constante, ou seja, é primavera praticamente o ano todo. É claro que no verão os termômetros sobem um pouco mais e criam o ambiente perfeito para um banho de mar. Já no inverno, o fim de tarde exige um casaco um pouco mais quente. Para aqueles que querem se aventurar pelas montanhas, as temperaturas são muito mais baixas nas alturas, com média de 9C.

Quantos dias ficar
Por mais que seja um destino pequeno, há uma infinidade de atrações e atividades para um roteiro completo, como trilhas, mirantes, restaurantes, balneários, vinícolas, entre outras. Por isso, o ideal é ficar, no mínimo, sete dias por lá. Mas, com certeza, ao final da viagem você não vai achar que foi tempo suficiente para desfrutar tudo o que o destino tem a oferecer.

Onde se hospedar
A Madeira tem uma vasta oferta hoteleira, em sua maioria cinco estrelas, e que agrada aos diferentes gostos. Há desde resorts completos com acesso ao mar até quintas cheias de charme.

O que provar
A gastronomia local tem como base peixes, como o peixe espada-preto e o atum, e frutos do mar, como as lapas – um tipo de molusco local. Outro prato delicioso é a “espetada”, churrasco de carne bovina, sempre acompanhado de milho frito e do saboroso bolo-do-caco, servido com manteiga de alho e salsa. Para beber, uma boa poncha, feita com aguardente de cana, limão ou laranja e mel, ou o vinho exclusivo produzido no destino: o Vinho Madeira. Sendo um vinho fortificado, esta bebida é servida como aperitivo ou digestivo e possui um alto teor alcoólico, além de um sabor singular. O vinho também tem longevidade incomparável, com amostras que chegam aos três séculos.

Para quem gosta de aventura
Essa exuberante paisagem natural é o ambiente ideal para estar ao ar livre e aproveitar as piscinas naturais e mirantes, ou praticar atividades radicais como trilhas, canyoning, mountain biking, entre outras. Para relaxar, aproveite para caminhar por uma das levadas, canais de irrigação que chegam a 2 mil quilômetros de extensão, construídos para trazer água do norte da ilha para o sul, e admirar as belezas da Floresta Laurissilva, reconhecida como Patrimônio Natural da Humanidade, pela UNESCO. Nas montanhas, uma das experiências mais impressionantes é assistir ao nascer do sol do alto de uma delas, acompanhado de um perfeito café da manhã.

Madeira: tudo o que você precisa saber antes de viajar

Passeios imperdíveis em Funchal, sua capital
A capital tem ares cosmopolitas que se misturam à história e cultura local. A Zona Velha surpreende com seus variados bares e restaurantes, que ocupam os edifícios históricos com portas que são obras de arte. Para um panorama geral da cidade, o teleférico que liga o centro histórico ao Monte – a parte alta da cidade – proporciona vista espetacular para o oceano e para as montanhas durante os 20 minutos de viagem. Retorne em um divertido passeio de carro de cesto, um típico (e imperdível) transporte madeirense que proporciona muita adrenalina em uma descida de cerca de dez minutos.

Reserve ao menos um dia em Porto Santo
Esta é a outra ilha habitada do arquipélago e é acessível por avião ou ferry. Seus nove quilômetros de praia que se unem ao mar azul lhe renderam o apelido de Ilha Dourada. O clima é ideal para passar o dia relaxando e aproveitando a areia e as águas quentes, ambas com propriedades terapêuticas comprovadas. Vila Baleira é a única cidade e abriga a Casa-museu Cristóvão Colombo, que recria o ambiente primitivo onde o famoso descobridor da América viveu.

Requisitos de entrada para turistas
Em Portugal, o viajante brasileiro deve apresentar um resultado negativo de exame RT-PCR, realizado até 72 horas antes da viagem, ou de um teste rápido de antígeno, realizado até 48 horas antes do voo. Essa medida é válida mesmo para os turistas que já completaram o ciclo de vacinação no Brasil. Todos os passageiros devem preencher o formulário Passenger Locator. Crianças menores de 12 anos não precisam apresentar o teste.

Já na chegada à Madeira, o viajante também deve portar um exame, além de um cadastro feito no app Madeira Safe. Aqueles que apresentarem o teste na entrada podem realizar o exame de forma gratuita no fim da viagem, para apresentar o resultado aos destinos que o exigem para o retorno, como é o caso do Brasil. Ainda no destino, os turistas que comprovem estarem completamente vacinados com qualquer imunizante contra a Covid-19 estão isentos de apresentar o resultado.

Outras informações

Moeda: assim como no restante de Portugal, a região da Madeira utiliza o euro como moeda corrente. É possível trocar dinheiro em bancos e casas de câmbio. Cartões de crédito internacionais são amplamente aceitos.

Fuso horário: o arquipélago está no fuso GMT +0. A diferença de horário entre o Brasil e a Madeira varia entre três e quatro horas, dependendo do horário de verão local.

Visto: brasileiros não precisam de visto para entrar em Portugal. Com um carimbo no passaporte, você pode circular por até 90 dias por toda a União Europeia, e ainda é possível renovar a permissão por mais 90 dias.

Voltagem padrão: 220V

Tipo de tomada elétrica: tipo F

Para mais dicas de viagem sobre a Ilha da Madeira, acesse www.madeiraallyear.com.

Mais informações à imprensa:

Fonte AFT Comunicação Digital Assessoria de Imprensa – Fotos: Divulgação/Arquivo Pessoal

1 Comment

Comments are closed.