Startup de viagens capta R$2mi em investimentos em 3 dias

Startup de viagens capta R$2mi em investimentos em 3 dias

Startup de viagens capta R$2mi em investimentos em 3 dias.

Captação da startup iFriend foi realizada em rodada promovida pela CapTable e atraiu 316 investidores. Valor será investido em recursos humanos, marketing e infraestrutura

A pandemia causada pela COVID-19 afetou profundamente o setor de turismo no mundo inteiro. Mesmo em um cenário caótico no setor, a plataforma iFriend, startup de vendas de guias locais e Experiências (tours & tickets), captou um aporte de R$2mi em menos de três dias. 

Veja também D.A Gastronomia lança cardápio especial para o Dia das Mães

Startup de viagens capta R$2mi em investimentos em 3 dias
Desde a criação da iFriend, seus usuários já visitaram mais de 70 países usando o sistema desenvolvido pela startup
Divulgação

A rodada foi organizada pela CapTable, empresa especializada em investimentos em startups. A empreitada de apostar na startup carioca atraiu 316 investidores que puderam se tornar sócias da startup. As cotas disponibilizadas podiam ser adquiridas a partir de R$1mil. 

Segundo o CEO da iFriend, Leonardo Brito, o objetivo da startup é crescer exponencialmente ao conectar a plataforma a  mais turistas que querem se aventurar pelo mundo. “Há três anos eram 244 guias cadastrados. Hoje contamos com 6.500 guias locais no nosso sistema, um crescimento de 2.600%. Além disso, alcançamos a marca superior a 2.000 Experiências, em pouco mais de 6 meses. Nossa meta é crescer ainda mais no pós-pandemia. As pessoas precisam se divertir nas viagens sem ter preocupação com coisas simples de serem resolvidas”.

Confira já Monte Verde: Curta o outono nas montanhas e aproveite 6 passeios imperdíveis

Equipe da iFriend aposta na retomada do turismo pós-pandemia
Divulgação

Metade dos recursos captados serão utilizados para contratações, 30% do valor será utilizado para investimentos em marketing e despesas comerciais. Por fim, 10% para despesas com infraestrutura e os demais 10% para arcar com impostos. 

A velocidade da captação da iFriend foi recebida com entusiasmo por Guilherme Enck, cofundador da CapTable: “Quando lançamos uma captação na nossa plataforma, temos a convicção de que vamos completar o valor. Há um processo cuidadoso na nossa seleção antes de colocarmos uma startup em uma rodada, isso gera credibilidade para o investidor que está na nossa base. Mas a rapidez no caso da iFriend mostra que há muitos que acreditam em uma alavancagem no mercado de turismo pós-Coronavírus”.

Já viu A Turn the Table: Apresenta de Feijoada a Festival de Pastéis

Sobre a iFriend

A traveltech (startup da área de turismo) iFriend surgiu em 2018 a partir da identificação de dois problemas recorrentes vivido pelos viajantes brasileiros: a dificuldade de comunicação em diferentes idiomas e a carência na busca de atrativos que sejam diferentes do tradicional. Nesses anos de atuação, os usuários já visitaram mais de 70 países usando o sistema desenvolvido pela startup. Esta funciona como um marketplace que conecta duas pontas do setor: o guia (seja ele profissional, morador local com domínio da cultura e do idioma) e o turista.  

Disponível em mais de 125 nações de quase todos os continentes, a plataforma também foi criada para facilitar a intermediação entre viajantes e prestadores de serviços turísticos locais. Ao se encontrar com profissionais cadastrados no iFriend, o turista encontra conforto e mais segurança para realizar os passeios. 

Para os guias, a plataforma é uma possibilidade de gerar renda em um setor muito impactado pela pandemia. Por ser mais do que um serviço para o público final, a startup proporciona mais visibilidade para o trabalho desses profissionais. Quando um guia possui especialização, é gerado um selo que dá destaque  à formação no setor. 

Para o público B2B, a iFriend segue em crescimento ao entregar uma solução completa de gestão de reservas e passeios, incluindo a tecnologia White Label para agências e empresas de turismo. A solução disponibilizada consegue fazer com que empresas vendam on-line sem a necessidade de investir no desenvolvimento de um e-commerce próprio.

Startup de viagens capta R$2mi em investimentos em 3 dias

Sobre a CapTable

Em operação desde julho de 2019 e com a StartSe como uma das sócias, a CapTable disponibiliza todo o seu conhecimento para selecionar as startups que tenham grandes potenciais de serem os próximos unicórnios (startups com valor de mercado superior a US$1bi) e traz ao investidor comum a possibilidade de investir nesses negócios.  

O cenário de incertezas na economia, juros no seu menor nível histórico e baixos ganhos em renda fixa estão fazendo com que o brasileiro reaprenda a investir. A pandemia do novo Coronavírus reafirmou essa tendência. 

“Nosso foco é atrair investidores que têm a visão que investir nesta modalidade pode trazer ganhos que nenhuma outra disponível no mercado é capaz de ofertar. Basta imaginar quanto teve de retorno os primeiros que investiram no estágio inicial de startups como 99, iFood e outros”, afirma Paulo Deitos, um dos cofundadores da CapTable.  

Desde a sua criação, a CapTable conquistou a confiança de mais de 2,9 mil investidores que aportaram mais de R$19 mi em startups como Alterbank (fintech), Livima (PropTech / Fintech), Umbler (CloudHosting), Skydrones (Agrotech), InovaPictor (Legaltech), Pomartec (agrotech), Oak’s Burritos (Varejotech), O Amor É Simples (Ecommerce), InBeauty (Healthtech), Trashin (cleantech), Wuzu (fintech) e Eirene Solutions (Agrotech). 


Mais informações sobre opções de investimentos em startups no site https://www.captable.com.br/

Fonte Nobre Press Assessoria de Imprensa – Fotos: Divulgação / Arquivo Pessoal